El Niño está retornando?

2018-06-15
Juan Pablo VentosoPorPublicado porJuan Pablo Ventoso
El Niño está retornando?
A agência NOAA dos Estados Unidos iniciou uma Vigilância El Niño devido à tendência de temperatura do oceano.



Apenas alguns meses atrás, começamos a estar sob a influência de La Niña. E o retorno ao El Niño é esperado? Tudo parece indicar que sim, já que a previsão do fenômeno ENOS em junho estima uma chance de 50% de que El Niño se desenvolva no final do inverno e no começo da próxima primavera.

Há também aproximadamente 65% de chance de ter a anomalia presente no verão. Como resultado dessas probabilidades, a agência NOAA já emitiu uma vigilância para o El Niño.



Em que condições estamos agora? Estamos em ponto neutro, que persistiria durante o inverno. A temperatura da superfície do Oceano Pacífico está próxima da média na maioria das áreas. A atmosfera é consistente com isso: Lembre-se que a água mais quente que a média tende a evaporar mais água e a aquecer o ar acima deles, criando mais movimento ascendente e nuvens do que a média. As águas mais frias causam o efeito inverso (menos nubosidade).

Anomalía de la temperatura del océano (NOAA)

Anomalía de la temperatura del océano (NOAA)



Durante um evento de La Niña como o que tivemos no verão e no início do ano passado, havia menos nuvens sobre o Pacífico central, que mostravam a resposta atmosférica ao Pacífico central mais frio do que a média de La Niña.

O qué é esperado

A maioria dos modelos de previsão espera que a temperatura da superfície do mar no Pacífico tropical seja mais de 0,5 ° C acima da média para esta primavera, isto é, acima do limiar para as condições do El Niño. . Vários modelos estatísticos também prevêem a temperatura da superfície do mar no ambiente El Niño no final da primavera.

Esses últimos modelos (estatísticos) tendem a ser mais conservadores do que os modelos de previsão, e o fato de ambos os conjuntos estarem em grande parte de acordo dá alguma confiança aos previsores.

Pronóstico de consenso para los próximos meses (NOAA)

Pronóstico de consenso para los próximos meses (NOAA)



A temperatura abaixo da superfície da água do Pacífico equatorial foi elevada desde março, e moveu-se lentamente de oeste para leste abaixo da superfície. Recentemente, uma segunda onda Kelvin reforçou as condições mais quentes que a média. O conteúdo de calor subsuperficial de maio de 2018 é aproximadamente o 6º maior desde 1979.

Da mesma forma, e para concluir, não vamos esquecer que ainda há muita água correndo debaixo da ponte. Ventos ao longo do equador são difíceis de prever com mais de uma semana de antecedência, e sua direção e força podem ajudar o El Niño a se desenvolver e enfraquecer. Os meteorologistas acreditam que as condições atuais são favoráveis ​​para o El Niño, de modo que a vigilância começou. Mas devemos continuar a monitorar a evolução das condições com o inverno.

Continuaremos publicando qualquer notícia sobre o assunto.

Compartilhe este post


Você pode também estar interessado

Deixe-nos um comentário



Seguinos en Facebook     Seguinos en Twitter     Seguinos en Google+     Seguinos en YouTube
© 2012-2018 PrevisãoEstendida.net.
Este site web utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Mais informação - OK